Imprimir
PDF

Nota sobre o vazamento da investigação do PSL

sasp webO Sindicato dos Advogados do Estado de São Paulo - SASP, vem a público expressar sua profunda preocupação com as declarações do Presidente Jair Bolsonaro no G20, acerca das investigações contra seu partido, o PSL.

O presidente afirmou à imprensa que o Ministro da Justiça havia enviado a ele cópia do inquérito da Polícia Federal, em Minas Gerais, que investiga a utilização de "laranjas" pelo PSL na campanha eleitoral. Ao que se sabe trata-se de investigação sigilosa.

Não bastasse a gravidade desta conduta do Ministro da Justiça e do Presidente, este ainda afirmou ter determinado ao Ministro a instauração de investigação contra todos os partidos políticos.

São condutas extremamente graves, com possível ocorrência de crime contra a Administração Pública,  que demonstram desprezo por qualquer avanço republicano no sentido da independência das instituições.

Pior que isso, indica o aparelhamento do aparato repressivo do Estado para a perseguição de adversários políticos, a exemplo do que acontecia na Ditadura Militar, num passado recente e nefasto de nossa história.

Garantimos que não ficaremos inertes diante de tamanha agressão à democracia, por isso conclamamos as demais organizações comprometidas com a defesa de um verdadeiro Estado Democrático de Direito a somarem-se a essa luta, na qual envidararemos todos os esforços e lançaremos mão de todas as  medidas para que o episódio e seus desdobramentos sejam devidamente apurados.

 

Sasp*

advogados sindicalizados

expressao popular uneafro grito dos excluidos assembleia popular