Imprimir
PDF

SOBRE DECLARAÇÕES DO PRESIDENTE ACERCA DE DESAPARECIDO POLÍTICO NA DITADURA

sasp webO Sindicato dos Advogados do Estado de São Paulo vem a público REPUDIAR as declarações do Presidente Jair Bolsonaro sobre o destino do desaparecido político Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira, pai do atual presidente da OAB, Felipe Santa Cruz. O Sr. Presidente da República afirmou que sabia "como o pai dele desapareceu no período militar". Fernando Santa Cruz foi preso pelo DOI-CODI do Rio de Janeiro em 23/02/1974 e nunca mais foi visto com vida.

É constrangedor para os cidadãos e cidadãs deste país, quaisquer que sejam suas preferências ideológicas, ter alguém no exercício da Presidência da República a utilizar-se de expressões não condizentes com os rigores do cargo, revelando uma incontinência verbal, sem qualquer apoio na verdade histórica dos fatos. Se o Sr. Presidente da República sabe de fatos e circunstâncias que envolveram o desaparecimento de qualquer preso político que estava sob tutela do Estado, como é o caso, tem o dever moral de revelá-los à Nação. Diante de tamanha falta de respeito e consideração para com o povo que preside, o Sindicato dos Advogados do Estado de São Paulo manifesta:

 

  • Total solidariedade a Felipe Santa Cruz e seus familiares, bem como à instituição OAB;
  • Total e veemente REPÚDIO às declarações do Presidente Jair Bolsonaro;
  • Exigência do imediato esclarecimento sobre as circunstâncias do desaparecimento de Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira, por meio da convocação do presidente Jair Bolsonaro pelo Senado da República para que informe sobre o que sabe sobre estes fatos.

 

Pelo esclarecimento de todos os casos de desaparecimentos políticos patrocinados pela ditadura!

Pela democracia e estado de direito!

 

 

São Paulo, 29 de Julho de 2019

SASP - Sindicato dos Advogados do Estado de São Paulo

 

Link da Nota - Acesse Aqui.

advogados sindicalizados

expressao popular uneafro grito dos excluidos assembleia popular