Imprimir
PDF

MULHER ADVOGADA, MAIS DE MEIO MILHÃO DE PROFISSIONAIS NO BRASIL

Maria da PenhaNo Dia Internacional da Mulher, 8 de março de 2018, o Sindicato dos Advogados do Estado de São Paulo – SASP vem a público homenagear a Mulher Advogada, que hoje representa mais de meio milhão dos profissionais em atividade no País.


Segundo o site ‘Migalhas” O número de mulheres na advocacia está cada vez mais perto de alcançar o dos homens: elas representavam 48,2% do total de inscritos na OAB até setembro de 2017, num total de 505.790 inscritas na Ordem dos Advogados do Brasil. O Estado com maior representação nominal de advogadas é São Paulo, com 293.488 mulheres inscritas na Ordem. Percentualmente, o Estado com maior número de mulheres advogadas é Rondônia, com 50.3% de inscritas (em relação aos homens), único Estado em que os homens são minoria na profissão. No Pará, a relação é de exatos 50% para cada gênero. Em todos os outros Estados há mais homens que mulheres na profissão, mas esta tendência irá mudar muito em breve.


A mulher advogada hoje tem o desafio de lutar não só pelas prerrogativas da profissão, mas também contra as barreiras de gênero à sua atividade, seja por enfrentar assédio moral e sexual, como ter de lutar pelo pleno exercício da advocacia em ambientes hostis, como presídios, delegacias e repartições públicas e privadas onde por vezes não recebe o respeito e a atenção que a profissão exige e merece por direito.


Por todas essas e outras questões, o SASP saúda a mulher advogada na pessoa de Maria da Penha Guimarães, nossa saudosa diretora, e ainda, de todas as mulheres que compõem o quadro associativo do Sindicato, em especial as diretoras e representantes dos diversos setores do SASP, que fazemos questão de citar no final dessa matéria.


MARIA DA PENHA, EXEMPLO


A advogada Maria da Penha Santos Lopes Guimarães (02/09/1946 – 05/08/2016), teve atuação reconhecida na área trabalhista e também com trajetória de forte presença na militância em defesa dos direitos dos negros. Ex-conselheira e ex-presidente da Comissão do Negro e Assuntos Antidiscriminatórios da OAB SP, ela seguia prestativa todas às vezes que solicitada para ajudar as causas da classe. Era uma advogada trabalhista exemplar, uma liderança feminina, além de uma querida amiga, para quem teve a honra de conhecê-la pessoalmente, ou por sua atuação. No SASP, o último cargo que ocupou foi o de membro do Conselho de Representantes.


MULHERES ADVOGADAS DO SASP


DIRETORIA EXECUTIVA

Cargo

Nome

Secretária

Benedita Vera Lucia Bueno

Formação Sindical

Ana Lucia Marchiori

 

 

Conselho Fiscal

Nome

Karina da Silva Pereira

 

Conselho Fiscal – Suplentes

Nome

Irene Maestro

 

Delegados à Federação – Suplentes

Nome

Lourdes Buzzoni Tambelli

 

Suplentes da Diretoria

 

Nome

Raquel Britto

Gabriela Shizue S. de Araujo

Fabiana Costa do Amaral

 

Conselho de Representantes

 

Nome

Débora Alves Camilo

Eliana Lúcia Ferreira

Fernanda Cyrineo Pereira

Jorgiana Paulo Lozano

Maria da Penha Guimarães

Maristela Monteiro Pereira

 



*Comunicação Sasp

advogados sindicalizados

expressao popular uneafro grito dos excluidos assembleia popular