São Paulo, 16 de setembro de 2020


As entidades signatárias vêm, por meio desta carta, manifestar nossa preocupação com as recentes alterações na direção da Sabesp, com a demissão de profissionais de extensa e reconhecidas carreiras na empresa, acompanhadas de uma implantação de profundas mudanças de caráter estrutural e organizacional, sinalizadas para uma breve definição do Conselho de Administração.


Concretizado esse rumo, retornaremos a um modelo de gestão centralizado que conduziu a Sabesp para uma situação crítica nos anos 1990. Naquela ocasião, por meio da conjugação de intensa mobilização dos trabalhadores e trabalhadoras da empresa e com o apoio político da alta gestão, juntos conseguimos pavimentar o “caso de sucesso empresarial Sabesp”. Os resultados da gestão baseada em Unidades de Negócio reverteram o quadro anterior e firmaram a empresa no rumo seguro dos resultados positivos, alcançando o reconhecimento da sociedade, do poder concedente e da população.


Consolidamos um modelo de gestão que é a base sólida para prestar serviços públicos de saneamento e cumprir com a missão da empresa de “contribuir para a melhoria da qualidade de vida e do meio ambiente”. Hoje, a empresa conta com profissionais qualificados que não medem esforços para atender ao saneamento em 375 cidades, beneficiando 28 milhões de pessoas. Profissionais que demonstraram competência exemplar nos enfrentamentos da crise hídrica de 2014-2015 e da pandemia da Covid-19.


A gestão da Sabesp pode e deve ser continuamente aprimorada. A experiência interna demonstra que fazer esse aprimoramento por meio de um processo participativo, democrático e integrado obtém muito mais sucesso que a adoção de decisões centralizadoras e mandatórias.
A Sabesp conquistou a confiança de investidores e, mais essencial, daqueles a quem servimos: a população paulista. Sem a opinião pública favorável dessa população, nada se mantém.


É fundamental garantir o desenvolvimento contínuo da gestão empresarial, com direção profissionalizada e participativa, com o desenvolvimento e o reconhecimento dos trabalhadores e das trabalhadoras e com o aprofundamento de políticas e instrumentos institucionais que neutralizem as influências políticas indevidas.
Não hesitaremos mobilizar o corpo funcional da Sabesp no sentido de impedir demissões e retrocessos na gestão e no atendimento à população mais carente.


Entidades Signatárias

AAPS – Associação dos Aposentados e Pensionistas das Sabesp
APU – Associação dos Profissionais Universitários da Sabesp
SASP – Sindicato dos Advogados de São Paulo – SASP
SINTAEMA – Sindicato Dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do
Estado de São Paulo.
SINTIUS – Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas de Santos,
Baixada Santista, Litoral e Vale do Ribeira.