Por Marina Azambuja

O 11 de agosto é considerado o Dia das Advogadas e Advogados brasileiros. A data foi promulgada em 1827 quando D. Pedro I decretou a Fundação dos Cursos Jurídicos no Brasil e também inaugurou o curso superior no país.

De acordo com o quadro da advocacia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), há 1.297.434 advogados e advogadas, entre profissionais, estagiários e suplementares em todo o território nacional e 343.142 deles atuam no estado de São Paulo.

Apesar da quantidade de trabalhadores neste âmbito jurídico, ainda há muito o que enfrentar. Uma pesquisa divulgada pelo Correio 24 horas comprova que um em cada três advogados deixa carreira por transtornos mentais, mais uma grave consequência da triste realidade enfrentada pelos juristas diariamente.

Os profissionais da advocacia merecem o respeito de toda a sociedade, pois são pilares indispensáveis para o funcionamento e acesso à Justiça no Brasil.

Além de amparar os clientes e oferecer a oportunidade de defesa, as advogadas e advogados são importantes na proteção da democracia por possibilitarem que a injustiça seja corrigida, para que prevaleça uma sociedade igualitária a favor das garantias e direitos humanos.

Desde sua fundação em 1952, o Sindicato das Advogadas e Advogados de São Paulo vem lutando contra todos os tipos de arbitrariedades e abusos cometidos pelos escritórios e clientes, além de defender a categoria, apesar dos desmontes trabalhistas e da precarização social causados pelos governos ao longo dos anos, lutando diariamente para garantir direitos e melhores condições de trabalho na advocacia.

O SASP saúda as Advogadas e Advogados! Viva o 11 de Agosto! Viva a Democracia e o Estado de Direito!