Na sexta-feira,05.06, a Ouvidoria da Polícia mediou uma reunião entre a Secretaria de Segurança Pública com a Comissão de Direitos Humanos da OAB/SP, em que participaram o Sindicato dos Advogados de SP e o Instituto Brasileiro de Ciências Criminais. O objetivo foi iniciar um diálogo de alto nível para evitar confrontos e conflitos nas ruas e para garantir o livre direito à manifestações democráticas em consonância com o Estado de Direito e a Democracia.

Nesse domingo, 07.06, com vários atos políticos marcados na cidade de São Paulo, e como resultado dessa reunião houve um acompanhamento mais próximo entre as partes nesse esforço conjunto de entendimento e diálogo.

A Comissão de Direitos Humanos da OAB/SP em parceria com o Sindicato dos Advogado de Sp (SASP) e a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), juntos fizeram um Plantão Jurídico em que Advogados e Advogadas, acompanharam os atos como “Observadores Institucionais”, atuando com mediadores entres as partes, manifestantes e autoridades.

O Ouvidor da Policia, Dr Elizeu Soares Lopes, acompanhou toda a movimentação das ruas no COPOM, com membros dos Observadores Institucionais, que ali estavam e foi ao local das manifestações, nos momentos mais tensos, ajudando no diálogo, junto com os estes Observadores, com as autoridades policiais, evitando uma escalada maior de violência.

As instituições se fortalezem pelo diálogo franco, democrático e participativo, junto às autoridades do Estado e como interlocutores da Sociedade, livre, plural e que busca a justiça e a paz social.

(Comissão de DH OAB/SP, SASP, ABJD e Ouvidoria da Polícia)