Por Marina Azambuja 

Você sabia que no dia 25 de Julho é rememorado como o dia  da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha? 

A data foi escolhida para destacar a luta dessas mulheres que, diariamente, encontram obstáculos e se deparam com a desigualdade, preconceito e violência. 

A ideia surgiu em julho de 1992 quando diversas mulheres negras se reuniram em São Domingos, capital da República Dominicana, para unir forças e traçar estratégias sobre como combater o racismo e o machismo. 

Desde então o dia 25 de Julho é marcado por protestos de conscientização em toda América Latina. No Brasil ocorrem atos e protestos nas maiores cidades e chega a reunir milhares de mulheres.

A data também tem o objetivo de rememorar o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra. A líder quilombola do séc. XVIII que viveu na região do Vale do Guaporé, atual Mato Grosso, que após a morte de seu marido tornou-se a rainha do acampamento e defendeu os direitos dos negros e indígenas além de lutar contra a perseguição dos portugueses.