Todos os advogados públicos e privados do Estado de São Paulo, com vínculo trabalhista pela CLT, contam com a proteção da ação proposta pelo SASP, onde se enquadram a Sabesp e Cetesb.

O Sindicato das Advogadas e Advogados do Estado de São Paulo – SASP, ajuizou ação civil coletiva na Justiça Federal de São Paulo, para preservar os direitos de todas advogadas e advogados assalariados do Estado de São Paulo, com pedido da correção dos saldos das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS, acaso o julgamento pelo Supremo se Tribunal Federal – STF, sem data para entrar na pauta, seja favorável à todas as classes de trabalhadoras e trabalhadores do Brasil.

O ajuizamento da ação, além de amparar todas as advogadas e advogados assalariados do Estado de São Paulo, por consequência,  também amparará os direitos das advogadas e advogados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – Sabesp e da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – Cetesb, que tiveram suas justas reivindicações contempladas com a ação ajuizada, os quais terão a proteção oferecida pelo SASP.

O Sindicato das Advogadas e Advogados do Estado de São Paulo – SASP, sempre esteve ao lado da classe trabalhadora, ressaltando que desde sua fundação, em 1952, por meio da organização de uma advocacia trabalhista combativa e propositiva, vem lutando para barrar os retrocessos e garantir que a Constituição Federal seja cumprida, com garantias de dignidade aos trabalhadores, e contra a desregulamentação das relações de trabalho. O trabalho digno, com salário justo é, antes de tudo, um direito humano.

Para continuarmos a nossa luta precisamos do seu apoio. Junte-se ao SASP, associe-se.